Live Cinema

Are We Doing Right Remix -ON OFF – Itau Cultural

Are We Doing Right? Remix é uma versão “live”do projeto de documentário “Are We Doing Right?” que trata da formas de atuação politica no mundo contemporâneo em especial das ONGs 07/2013

Outros Silverinos Remix é uma apresentação em múltiplas linguagens que engrossa o caldo dos Severinos contemporâneos, não apenas os nordestinos mas os anônimos Silvas, Silveiras, Oliveiras e tantos Joãos, Josés e Marias que vivem à margem tanto dos centros quanto das periferias de nosso país. Livremente inspirado em Morte de Vida Severina do escritor pernambucano João Cabral de Melo Neto (1920-1999), o projeto decifra em imagens e sons o conhecido poema dramático que relata a trajetória de um migrante nordestino em busca de uma vida melhor. A busca por caminhos para o reconhecimento das identidades “silverinas”, os fluxos migratórios correntes no Brasil e no mundo, o ir-e-vir em tempos de mobilidade e deslocamento, e a diversidade de referências que moldam a cultura audiovisual num eixo imaginário entre Pernambuco e São Paulo formam o ‘assunto’ de Outros Silverinos Remix. Re-apropriados para o contexto da cultura digital do remix e do sampling, os temas são abordados em operações ao vivo de áudio e vídeo, em uma série de quatro blocos, com novos convidados a cada dia de apresentação. Além dos convidados especiais, o projeto conta com a participacão do MC Gaspar (do grupo Záfrica Brasil) na criação de rimas a partir das releituras audiovisuais. Direção Fernão Ciampa e Lucas Bambozzi - 07/2009

Marginalia II

Marginália II é um remix audiovisual que rouba trechos dos filmes “Bang Bang”de Andréa Tonacci e “A Mulher de Todos” de Rogério Sganzerla, criando um diálogo entre dois personagens que originalmente estão em filmes diferentes. São inseridas cenas inéditas inspiradas nos filmes, reforçando esse diálogo. O trabalho explora possibilidades de recontextualização pela apropriação de samples originais ou não, recriando uma estória/sonho através de texturas visuais e sonoras. Dentre as visuais o lo-tech é explorado através de efeitos e textura produzidas utilizando técnicas diversas de manipulação não-digital, enquanto a trilha sonora foi produzida utilizando –se de amostras retiradas dos filmes originais e suas respectivas re-filmagens de forma a confundir os limites entre trilha sonora e diálogos. 06/2008